Marcha das Vadias ou Slut Walk!

6 jun

Bom dia pessoal.

O post de hoje é sério, resolvi publicar por que apoio a causa e acredito que vocês, moçoilas que acompanham o blog, também apoiaram.

Pra quem já ouviu falar, mas ainda não sabe do que se trata, a Marcha das Vadias teve origem em Toronto, no Canadá.

Tudo começou por causa de um comentário infeliz feito por um policial em uma palestra para uma universidade. A palestra era sobre segurança no campus universitário…ele argumentou que as estudantes deveriam evitar se vestir como vagabundas (daí vem o termo sluts) para não se tornarem alvo fácil de estupros.

Diante de uma declaração infeliz como está, as estudantes decidiram protestar. E com razão! Ou será que é normal sofrer uma trágica e forçada agressão ao nosso corpo e mente e ainda assim nos sentirmos culpadas? Não restam dúvidas de que estupro é um medo presente na mente das mulheres e o distúrbio mental vem da parte do agressor. E não das nossas peças de roupas! Sim, vamos continuar nos vestindo do jeito que quisermos. Sempre.  (Parágrafo retirado do site TPM.)

A Marcha das Vadias, que já aconteceu em Toronto, Los Angeles e Chicagos (EUA), Buenos Aires (Argentina), Amsterdã (Holanda), entre outras cidades do mundo. Em São Paulo o evento ocorreu no último sábado.

A manifestação também está marcada para acontecer em Belo Horizonte (MG) no dia 18, na praça da rodoviária.

Infelizmente, no mundo todo, as mulheres ainda são descriminadas, sofrem preconceito e são incompreendidas. Até parece que alguém sai de casa com um vestido rosa, rezando para alguém a estrupar…Não estou tomando partida de ninguém, só acho que fizeram um alvoroço enorme em cima da Geyse Arruda à toa.  Tanta coisa mais importante para se preocupar, e o povo fica perdendo tempo brigando por que alguém foi com um vestido curto pra facul! O problema não é o vestido e sim a cabeça das pessoas, que continua pequena…

Eu não uso roupas muito curtas e não gosto de me expor tanto, mas isso não quer dizer que outra pessoa não possa se vestir assim…Se uma mulher se sente bem da forma como se veste, quem sou eu pra julgá-la?!

Não é porque uma mulher goste de usar um shots curto, que ela é vagabunda ou garota de programa. O que você faz com seu corpo é problema seu…afinal, estamos ou não estamos em um país livre?

A própria PUC de SP já foi citada por ser alvo de assaltos, sequestros e até estupros no próprio campus. Você sai de casa pra estudar, vai com uma roupa normal e é estuprada. Ué, mas ela não usava roupa “indecente” e foi estuprada…e agora, a culpa é de quem? O pessoa estuprada não é escolhida pela roupa que ela usa, é escolhida pela cabeça delinquente do maníaco que a estrupou. Quantas e quantas mulhres são estupradas por aí e se vestem de uma forma mais tradicional. Isso não quer dizer nada, pelo amor de Deus, onde este mundo vai parar!

Por isso apoio a causa, o mundo deve ser conscientizado, para que homens e até mulheres, não estuprarem e/ou abusarem de outras pessoas sem que haja uma aceitação de ambas as partes. Aliás, muitas mulheres abusam de meninos e isso pra mim, também é um absurdo e um caso muito sério, porque pedofilia é crime!

O comentário deste policial é lamentável e quem concorda com ele, precisa rever seus conceitos e abrir os olhos para o século 21. Checa de burcas, chega de véu na cara, chega de ter que esconder o corpo…a mulher precisa ser livre, precisa ser aceita, precisa mostrar sua opinião e fazer valer os seus direitos!

É isso, vamos “botar a mão na consciência”

* Van *


Acompanhe o Blog através das Redes Sociais:

6 Respostas to “Marcha das Vadias ou Slut Walk!”

  1. drihroncalho 06/06/2011 às 11:17 #

    Adorei o cartaz “Rafinha Bastos defeca pela boca”!
    Acho ótimo algo assim, não sou adepta a roupas curtissimas, mas usa-las é um direito que as mulheres tem!
    E sofrer um abuso desse não é culpa da roupa, é culpa da doença de quem o pratica!

  2. Telma Maciel 06/06/2011 às 13:50 #

    Roupas curtíssimas, justas, decotões… fazer o q? Cada uma usa o que quer. Às vezes julgo (mesmo, confesso) exageradas algumas roupas. Mulheres num frio danado com tops e saias que dá pra ver a calcinha, mas q posso fazer? Pretendo ensinar a minha filha a se valorizar de um jeito bonito. Sim, acho vulgar qndo pecam pelo exagero.
    Mas eu concordo que NADA DISSO É MOTIVO para uma mulher ser estuprada! Nada é motivo para violência.
    As pessoas precisam entender que devemos respeitar os outros e viver em paz. Cada um vive como quer, desde que respeitando o próximo.
    É importante mesmo falar sobre essas coisas, Van!
    Beijo

    • Vida de Esposa 09/06/2011 às 21:25 #

      Oi Telminha

      Eu tbm concordo com vc, tbm acho um exagero as vezes. Tbm ensino pra minhas irmãs e pra minha enteada a se comportar e se vestir de maneira tradicional.

      Bjuu

  3. Flaviane Campos 06/06/2011 às 18:41 #

    Que bom ver que aqui no teu blog podemos discutir assuntos tão importantes como esse, que afeta vidas de mulheres casadas ou não. Respeito é muito bom e todos gostam, mas infelizmente muitos perderam esse sentimento e a violência está em todos os lugares. Já não basta ligar a TV e ver o jornal cheio de péssimas notícias sobre violência, morte e tudo de ruim, até nas novelas incentivam de uma forma implícita que a violência, traição e outras coisas como “normal”! Não dá para aceitar isso!!! Afffff!!!

  4. Cynthia Barreto 07/06/2011 às 8:23 #

    Super concordo Van, acho que nada tem haver a roupa curta com o ato do estupro, até pq tem homens loucos e doentes que estupra crianças e com certezas elas não estavam vestidas como vagabundas né?!

    As pessoas deveriam pensar muito antes de fazer e falar certas coisas. Sabe aquela frase: “Viva e deixe viver”? É meu lema!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: