Arquivo | Altos e Baixos RSS feed for this section

Cadê o mar de rosas?

16 fev

Existe uma música do Marcelo D2 que diz:

– …Respeito é bom e mantém os dentes no lugar!

Este aí não teve respeito…rs

 

Eu sempre fui um tanto estourada e nervosinha. E em uma discussão, muitas vezes não meço palavras…falo sem pensar e acabo me arrependendo. Por outro lado, para conhecer este meu lado stressado, a pessoa precisa me tirar do sério…e isso o Alex sabe fazer bem, só ele conhece o ponto, onde se tocado, vira stress total!

Mas não sou uma louca estérica, para me ver assim, leva um tempo…sou do tipo que vai guardando e de repente estoura. Mas depois de meia hora de briga e debate, tudo volta às boas!

Dia desses não foi bem assim…o bate boca esquentou e ele me mandou “tomar no cú”! Tomei e estou tomando até hoje…o papo não voltou e o clima tenso pairou lá em casa! Só nuvens negras, hehe

Quando namorávamos e até nos primeiros dias de casado, eu vivia mandando o Alex à merda e até tomar no cú (no calor da emoção). Daí uma vez ele disse para eu não tratar ele assim, porque ele ia me fazer engolir essa falta de respeito. Re-truquei um “IDEM” e assim ficamos…

Beleza! Desde então, sempre penso antes de falar…mesmo que esteja xingando-o em pensamento. Por este motivo, só este, que estou magoada! Porque a tempos eu estava me controlando e medindo as palavras, para de repente ele virar e me mandar tomar no cú sem ao menos pensar!

Faça-me o favor…se quer respeito, que respeite também ué!

Quando ele me disse isso, fiz ele repetir outra vez para ver se tinha entendido direito, e após ouvir duas vezes minha vontade era de meter a mão na cara dele e fazer ele engolir! Mas sou fina e chique, desci do carro e com todo meu orgulho andei vários quilômetros a pé, de volta pra casa!

Se ele veio atrás? Só veio porque ligou para minha mãe e ela disse que não poderia me buscar…e ele só veio porque peguei a chave de casa e se eu demorasse 5 horas, ele não entraria.

Se eu voltei com ele? Jamais! Continuei firme, mas com os pés doendo…minha jornada para casa!

A discussão foi por algo besta, porque fiz umas perguntas enciumadas…e ele ao invés de responder na boa, preferiu aumentar o som, mudar de assunto…me evitar. Rasguei! Como eu disse mais acima…se tem uma coisa que me irrita é falar com as paredes e isso é o que ele mais gosta de fazer: Sair andando e me deixar lá, parada…falando!

E tem mais, eu sou MEGA ciumenta, mas de muitos anos para cá meu ciume é controlado, engolido a seco, “esquecido”, relevado e tudo mais….só porque ele achava que eu era louca, neurótica! Até nisso eu me controlo, porém o acordo era ele melhorar também em alguns pontos e isso aconteceu por um tempo e de outros pra cá, parece que tudo voltou como estava.

Este post é uma dica para as pessoas que namoram e/ou estão noivas…o Alex mesmo diz, que quando a gente namora nunca sabe como será quando casar…por mais que viva junto, more perto, sejam amigos e etc. Hoje vejo que ele tem toda razão! Pessoas são diferentes, principalmente o homem da mulher…

Meu blog é bem engraçado, pois procuro focar em post’s que contam os fatos divertidos da minha vida de esposa, da nossa vida de casado. Mas não se engane, nem sempre é o mar de rosas…uma hora o mar de espinhos aparece, seja mais cedo ou mais tarde.

Quer um pouco do mar de espinhos? Tem de monte lá em casa, hehe.

Só para finalizar a dica…É muito fácil você olhar só para você, para seu umbigo, suas vontades, sua independência, sua vida!  Homem tem muito disso e acho que meu marido ainda acha que mora com os amigos em uma república! Ele é um tanto individualista e isso já gerou discussões feias lá em casa.

Se você é homem e pretende se casar ou já está casado, pense na sua mulher, nos seus filhos e na sua nova família. Pergunte se ela não quer a outra metade do pão (leia este post), veja se ela está feliz…e caso você não esteja, ABRA A BOCA E FALE meu filho! Por mais que doa…

Bjos magoados e meio tristinhos…* Van *

OBS: Ele não lê o blog, portanto, este post não foi pra ele =)

 

Acompanhe o Blog através das Redes Sociais:

Anúncios

Casais brigam 312 vezes por ano!

27 jan

Uma pesquisa feita na Grã-Bretanha com 3 mil pessoas indicou que os casais brigam em média 312 vezes dias por ano – principalmente às quintas-feiras por volta das 20 horas, por dez minutos. O levantamento, encomendado por um varejista online de artigos e peças para banheiros, sugeriu que a esmagadora maioria das brigas se origina de motivos banais, como deixar pelos na pia, entupir o ralo do chuveiro com cabelo e “surfar” entre canais de TV.

As razões dadas por homens e mulheres refletem algumas já conhecidas e proclamadas diferenças no comportamento dos sexos. Enquanto elas reclamam que os parceiros não trocam o papel higiênico quando terminam de usar o aparelho sanitário – nem abaixam a tampa -, eles ficam nervosos quando as parceiras demoram para ficar prontas e reclamam sobre as tarefas domésticas.

Deixar as luzes acesas, acumular entulhos e não recolher as xícaras espalhadas pela casa após o chá ou café também são razões citadas por ambos os sexos para as brigas. Oito de cada dez entre os três mil adultos britânicos pesquisados disseram ser obrigados a limpar, constantemente, a sujeira do outro.

E se as mulheres ficam mais frustradas com os hábitos dos parceiros, a pesquisa indicou que são eles que mais vêem nas razões banais motivos para uma separação. Um quinto dos homens entrevistados disseram considerar essa opção em consequência das dificuldades de convivência.

A seguir, os hábitos que mais irritam as mulheres:

1. Deixar pelos na pia
2. Deixar a privada suja
3. “Surfar” entre canais de TV
4. Não trocar o rolo de papel higiênico
5. Não abaixar a tampa da privada
6. Deixar as luzes acesas
7. Xícaras sujas pela casa
8. Toalhas molhadas no chão ou na cama
9. Acumular pertences
10. Não dar descarga

E os hábitos que mais irritam os homens:

1. Demorar para ficar pronta
2. Reclamar que ele não faz nada
3. Deixar as luzes acesas
4. Entupir o ralo do chuveiro com cabelo
5. Acumular pertences
6. Encher a lata de lixo além da capacidade
7. Deixar lenços de papel pela casa
8. Xícaras sujas pela casa
9. ‘Surfar’ entre canais de TV
10. Assistir a novelas

Fonte: G1

Oi Pessoal.

E aí souberam dessa pesquisa? Concordam? Discordam?

Lá na casa de vocês, quais são os motivos das brigas cotidianas? Se você namora, deve brigar por alguma coisa também, hehe….não deixe de comentar tá? Participa aí!

Na nossa casa, as implicâncias citadas acima funcionam ao inverso, deem uma olhada:

O marido reclama:

– De eu não secar a pia, após lavar a louça (ele gosta do negócio seco mesmo! E não úmido…hehe)
– De eu não baixar a tampa do vaso, após usá-lo.
– De ficar trocando enlouquecidamente os canais da TV
– De eu enrolar no banho e para me arrumar
– De eu lavar os cabelos todos os dias
– De encontrar fios dos meus cabelos por toda casa, inclusive nas coisas dele.
– De eu colocar o relógio para despertar com 10 minutos de atraso
– De eu usar as meias dele

Eu reclamo:

– Dele deixar roupas sujas no varal secando por dias (quando ele volta da corrida)
– Dele nunca tirar o lixo
– Dele nunca trocar o lençol da cama e/ou toalhas
– Dele ter um cantinho do deixa (deixa aqui que mais tarde eu pego – -‘)
– Dele guardar roupas sujas no guarda-roupa
– Dele sempre deixar o box aberto, após tomar banho
– Dele nunca bater a toalha, após fazer um lanchinho pra nós (oh oh oh)
– Dele colocar o relógio para despertar com 20 minutos de atraso
– Dele deixar todos os tênis com uma meia dentro

PS: Enquanto relatava os itens, falei pro marido me ajudar a lembrar né? Vejam os itens que ele me mandou:

– Ir no banheiro e não fechar a porta
– De eu ter que responder sempre que você fala alguma coisa, EX: hein, ou, né
– Lavar roupa de noite
– Reclamar se eu demoro quando vou correr ou saio para algum lugar
– Pergunta quem ligou sempre que atendo o cel ou quem mandou mensagem sempre que dá um alerta
– Enche o carro de cabelo
– Não sabe fazer comida para duas pessoas
– Queria porquê queria, trocar de lado da cama…e agora vivi no meu lugar

….por enquanto é isso, depois eu mando mais.

NOSSA!!!! Descobri que meu marido me ODEIA!!!!!! ….Não sei como ele ainda não pediu o divórcio!

Mas depois dessa, tenho que me defender ué! Seguem as respostas:

– Eu entro no banheiro apertada, esqueço da porta….
– Gosto de comentar as coisas da TV e ele nunca comenta nada!
– Lavo roupa de noite, porque trabalho de dia e no meu final de semana tenho que limpar a casa.
– Ele vai correr, mas leva 3 horas para isso U_U
– Pergunto quem ligou, de curiosidade ué!
– Encho o carro de cabelo, porque gosto dele ao vento, mas eles caem, fazer o quê?!.
– Não sei fazer comida pra duas pessoas mesmo, na casa da minha mãe tinha 12 nego e agora tenho que fazer comida pra 2. Ele tá dizendo isso, só porque ontem  ele fez um “arroizico” de nada e ainda assim, ficou soltinho o “fêladamãe”!.
– O lado da cama dele é melhor pra ver tv, mas prefiro dormir do meu lado. Depois dessa vou me mudar pro quarto do lado!

Aff, na visão do marido não são 312 vezes ao ano, são 312 vezes por dia!! Magoei agora…

 

OBS 1: Quase participei do programa Hoje em Dia da Record, para falar sobre este tema. A Aninha me indicou, mas não tenho muito tempo de casada. Se você é casada a uns 5 anos, me escreva: vidadeesposa@hotmail.com
OBS 2: Gostaram dos meus novos ícones das redes sociais? rs

Beijos * Van *

Acompanhe o Blog através das Redes Sociais:

Tem msn? Adiciona eu aí! =)

Pão com Manteiga

19 jan

Conta a história de um casal que tomava café da manhã no dia de suas bodas de prata.

A mulher passou a manteiga na casca do pão e o entregou para o marido, ficando com o miolo. Ela pensou: “Sempre quis comer a melhor parte do pão, mas amo demais o meu marido e, por 25 anos, sempre lhe dei o miolo. Mas hoje quis satisfazer meu desejo. Acho justo que eu coma o miolo pelo menos uma vez na vida”.

Para sua surpresa, o rosto do marido abriu-se num sorriso sem fim e ele lhe disse: “Muito obrigado por este presente, meu amor… Durante 25 anos, sempre desejei comer a casca do pão, mas como você sempre gostou tanto dela, jamais ousei pedir!”

Moral da história:

1. Você precisa dizer claramente o que deseja, não espere que o outro adivinhe…
2. Você pode pensar que está fazendo o melhor para o outro, mas o outro pode estar esperando outra coisa de você….
3. Deixe-o falar, peça-o para falar e quando não entender, não traduza sozinho. Peça que ele se explique melhor.
4. Esse texto pode ser aplicado não só para relacionamento entre casais, mas também para pais/filhos, amigos e mesmo no trabalho.

PS: Tão simples como um pão com manteiga!


Beijos e até amanhã * Van *

OBS: Desencanei do “Continue Lendo” citado no post anterior, rs.


Acompanhe o Blog através das Redes Sociais:

Tem msn? Adiciona eu aí! =)

Aprendendo com as Quedas!

8 dez

Bom dia galerinha, tudo jóia?

Recebi isto por e-mail, como sempre: autor desconhecido. Achei bacana e talvez alguém goste de ler ou ache a solução, o caminho, para suas dificuldades.

Tem um reggae que diz: Não chore meu amor, tudo vai melhorar…Sempre que tenho um problema e me descabelo, penso nessa frase, porque eu sei e você também sabe, que no final tudo melhora, tudo se resolve. O problema é que às vezes, este final demora pra vir né?!

“Por que será que nos lamentamos tanto quando nos decepcionamos, perdemos e erramos?

O mundo não acaba quando nos enganamos. Ele muda, talvez, de direção. Mas precisamos tirar partido dos nossos erros. Por que tudo teria que ser correto, coerente, sem falhas?

As quedas fazem parte da vida e do nosso aprendizado. Que dói, dói. Ah! Isso não posso negar! Dói no orgulho, principalmente. E quanto mais gente envolvida, mais nosso orgulho dói.

Portanto, o humilhante não é cair, mas permanecer no chão enquanto a vida continua seu curso.

O problema é que julgamos o mundo segundo nossa própria maneira de olhar e nos esquecemos que existem milhões e milhões de olhares diferentes do nosso. Mas não está obrigatoriamente errado quem pensa diferente da gente só porque pensa diferente. E nem obrigatoriamente certo. Todo mundo é livre de ver e tirar suas próprias conclusões sobre a vida e sobre o mundo.

Às vezes acertamos, outras erramos. E somos normais assim.

Então, numa discussão, numa briga, Pare um segundo e pense: “e se eu estiver errado (a)?” É uma possibilidade na qual raramente queremos pensar. Nosso “eu” nos cega muitas vezes. Nosso ciúme, nosso orgulho e até, por que não, nosso amor.

Não vemos o lado do outro e nem queremos ver.

E somos assim, muitas vezes injustos (as) tanto com o outro quanto com a gente mesmo, já que nos recusamos a oportunidade de aprender alguma coisa com alguém. E é por que tanta gente se mantém nessa posição que existem desavenças, guerras, separações.

Ninguém cede e as pessoas acabam ficando sozinhas.

E de que adianta ter sempre razão, saber de tudo, se no fim o que nos resta é a solidão? Vida é partilha. E não há partilha sem humildade, sem generosidade, sem amor no coração.

Se fecharmos nossa alma e nosso coração, nada vai entrar.

E será que conseguiremos nos bastar a nós mesmos? Eu duvido. Não andamos em cordas bambas o tempo todo, mas às vezes é o único meio de atravessar. Nunca duvide do seu poder de sobrevivência! Se você duvida, cai.

Aprenda com o apóstolo Pedro que, enquanto acreditou, andou sobre o mar, mas começou a afundar quando sentiu medo.

Deus não prometeu Dias sem Dor; Risos sem Sofrimentos; Sol sem Chuva. Ele prometeu Força para o Dia; Conforto para as Lágrimas e Luz para o Caminho.”

É isso, gostaram? Belas palavras né?

Em Campinas hoje é feriado, então adivinhem? Este post é programado! É…neste exato momento estou em uma chácara tomando um solzinho e comendo uma carne, hohoho….é claro, a brahma está na rodada também.

Beijos e ótima quarta pra vocês

* Van *

Acompanhe o Blog através das Redes Sociais:

Tem msn? Adiciona eu aí! =)

Desabafo de uma esposa

12 nov

Se você quer receber respeito? Então respeite!

Essa frase resume toda a minha “treta” de hoje. Já falei que sou ciumenta, e o que é meu é meu! Não gosto do meu homem olhando a horta alheia, assim como não gosto de nenhuma olhando a minha hota!

Não é a primeira vez que marido fica mandando coisinhas idiotas no twitter. Como essa abaixo….

Ao clicar você vê isso:

E hoje explodi.

Falei que não gostei do que ele tinha mandado, ainda mais no Twitter, uma rede social pública. E se ele gostaria de ler isso no meu twitter, caso fosse ao contrário. Ele disse que eu posso mandar o que quiser que ele nem vai falar nada….que eu já mandei uma vez (oi?) e todo mundo zuou ele e nem por isso ele ficou falando na minha orelha, como eu estava fazendo naquela hora

Menina, o cabra ficou “brabo”, achou um absurdo eu estar “causando” por este tipo de coisa e disse que vai continuar mandando o que ele quiser no Twitter…Daí quem ficou braba fui eu, comecei a falar e falar tudo o que eu acho, inclusive que acho uma puta falta de respeito dele comigo. Além da minha irmagem né? O que o povo vai pensar? As minhas amigas e amigos? Achei relaxo!

Ele só falava assim:

– Tá tá, pára de encher meu saco com isso.

Eu odeio quando ele faz isso, quer terminar um assunto que pra mim não está terminado, não está resolvido. Daí pra acabar de fu%$# ele começou a acelerar muito o carro e andou uma faixa da avenida, mais “pra lá do que pra cá”.

Eu que não confio nem em mim no volante, fiquei com medo e mandei ele parar o carro que ia descer. Ele não parou e nem destravava a porta para eu descer…Assim que ele parou no banco (onde íamos) desci e vim para o serviço a pé!

Desde então não nos falamos mais….e amanhã é o niver dele, pra acabar de ferrar!

Agora minhas amadas e amados leitores. Me dizem…quem é que está com a razão???

Homens, me explicam qual é a graça de ficar vendo mulher pelada e toda aberta? Porque sinceramente, não vejo graça nenhuma! Tá tá, é coisa da raça, coisa de homem….mas é muita perda de tempo no meu ponto de vista!

E a play boy que me desculpe, porque hoje eu TÔ COM RAIVA, MUITA RAIVA!

 

Acompanhe o Blog através das Redes Sociais:

Vamos conversar? Adiciona no msn! =)

Como melhorar a vida a dois

30 out

5 dicas de especialistas para resgatar o carinho e a gentileza do início do relacionamento

 

1. Diga o que sente
Queixas como ”você nunca está em casa” devem ser deixadas de lado. Elas são destrutivas. Em vez de fazer acusações, abra-se com seu marido e diga como fica triste por não ter a companhia dele por mais tempo. O melhor caminho para o entendimento do casal está em trocar a raiva por um discurso sincero e amoroso.

2. Dê prioridade à vida a dois
Surpreenda o parceiro com atitudes simples e amorosas, como colher uma flor no jardim e entregar a ele numa data qualquer. Garanta ainda que o casal tenha um tempo do dia para ficar sozinho. Preocupar-se com a relação e manter o outro sempre em alta conta é o melhor que o casal pode fazer para que os filhos cresçam vendo o exemplo de uma união gratificante.

3. Não espere tudo do outro
Sua felicidade é essencial para que você mantenha uma boa relação com o parceiro (e isso só depende de você mesma). É errado esperar que ele a satisfaça por completo. Muitas mulheres imaginam que, ao casar, serão salvas de seus medos, dores e frustrações pelas mãos do amado. Esse engano gera a infelicidade de muitos casamentos. Quanto maior sua capacidade de alimentar seu amor-próprio (fazendo suas coisas), mais feliz você será com o seu companheiro.

4. Aceite os conflitos
Muitas vezes, por incapacidade de colocar os seus sentimentos para fora, você acaba empurrando as mágoas para debaixo do tapete. Assim, surgem ressentimentos entre o casal. Não tenha medo de desagradar seu marido, dizendo certas verdades. Na hora em que surgir um conflito, em vez de fugir, tente encontrar a melhor solução. Para isso, é preciso muita conversa. Isso só aumentará a harmonia entre os dois.

5. Tenha vida própria
Fazer tudo junto o tempo todo não é a receita de um casamento perfeito. No começo, isso pode até funcionar, mas, com o tempo, o conforto e a segurança podem passar a ser percebidos como controle e prisão. Não veja seu companheiro como uma extensão de você! Saiba que vocês são distintos e têm autonomia, apenas optaram por caminhar lado a lado.

Fonte: M de Mulher

 

E aí, vocês concordam com tudo? Eu discordo da última, pra mim, meu marido é meu melhor amigo e companheiro…um programa a dois não é uma prisão, mas sim estar com quem a gente gosta de estar =). Programas tipo: Clube do Bolinha e da Luluzinha ajudam nessa parte de ter um tempo para você, pelo menos na nossa relação, rs.

Beijos * Van *

 

Acompanhe o Blog através das Redes Sociais:

Esposa de T.M (tensão menstrual)

17 ago

Eu tbm não sinto dor, mas fico chata pra “caraio”…romântica, sensível. Ninguém me ama, ninguém me quer, rs


O final de semana lá em casa foi tenso! O tempo fechou e a briga reinou.

Sexta-feira a esposa pergunta:

– Amor, amanhã você vai demorar pra voltar?
– Pq?
– Você acha que até o 12:00 está de volta? Queria ir doar sangue e lá fecha 12:00
– Claro que sim, só vou dar uma volta na lagoa, vai levar uma hora no máximo…daí já volto…
– Beleza então.

Sábado:

– Oi Amor, cheguei!! Todo felizinho ao 12:30!!
– Tô vendo, não sou cega! (continuo limpando uns panos no tanque)
– Credo grossa. Não vai dá um beijinho?
– Foi você que chegou, não eu!

Marido vira as costas e sai putinho resmungando qualquer coisa…

Na cabeça dele:
– Ela ficou brava porque eu fui correr. Tá louco viu, não posso nem fazer nada!

Na cabeça dela:
– Puta merda, ele só pensa nele. Falei que precisava sair e ele aparece 12:30. É o 3 final de semana seguido que marco meus compromissos e furo porque ele sai e esquece de mim….bla bla, bla bla, e fica pensando 154965788000 mil coisas, mil possibilidades e ocorridos pro “cabra” atrasar e nem lembrar que tinha combinado com ela…

À noite fomos no shopping com minha irmã dirigindo, e ela subiu na guia quase batendo o carro numa árvore, e ele nem prestou atenção porque estava vendo uns cart’s. Logo xinguei todo mundo, pq ele quer ensinar ela, mas nem fica atento aos movimentos que ela faz no volante! Quando o stress passou, ele avisou minha imã:

– Você não pode se apavorar. Tem que ficar calma. Depois a gente tenta de novo, você estava indo bem…
– Tenta nada, se você quiser dá o Fusca pra ela tentar. Pq se ela bater é mais barato pra arrumar!
– Não, ela vai treinar no celta
– Não vai não! Tbm pago essa merda e tô dizendo que não vai.
– A partir do próximo mês você não paga mais nada então.
– Firmeza!

Sábado a noite o marido avisa:

– Amanhã vou sair cedo!
– De novo?! Eu vou usar o carro, se quiser sair vai ter que ir pé!
– Que horas?
– Cedo!
– Me leva antes de você sair então.
– Não!

Domingo cedo ele pergunta:

– Você vai me levar?!
– Não. Mas pode sair, afinal o carro não é seu, não é você que vai pagar?
– Vai começar logo cedo hoje?
– Não já terminei. Você só pensa em você, não posso nem sair, tenho que ficar aqui enfiada dentro de casa, pq vc tem seus compromissos e não pergunta dos meus….bla bla bla.

Ele vai em direção da porta e ela o segue:

– Não vai dar tchau? (é um beijinho)
– Não!

Ela volta pro quarto, pensa e sai de novo em direção à garagem.

– Dá a chave do fusca!
– Você não pode me levar lá?
– Você não pode esperar eu e sua filha se arrumar, afinal vamos pro mesmo lugar.
– Mas eu vou correr!
– E daí? Nós vamos ver o campeonato de sk8…
– Vai me levar lá ou não?
– Não! Dá a chave do fusca…

Peguei a chave, nos arrumamos, e na hora de ligar o fusca…a merda não liga. Fazia tempo que ele não ligava e a bateria tinha arriado… Fiquei puta da vida! Voltamos pro apê, pegamos um filme e assistimos comendo pizza…

Dá 1 hora ele volta, pede pra filha se arrumar e pergunta antes de levar ela embora….

– Vai sair?
– Como?! Não tenho carro e o fusca não pega.
– Se você for sair eu volto, se não, só vou voltar mais tarde…
– Vai pro Diabo que te carregue! Não vou sair merda nenhuma.
– Obrigado
– “Muleque” egoísta! Só pensa nele.
– Obrigado.

Ele sai, ela chora, assiste o final do filme e chora de novo. De revolta, por ele não pensar nela, por ele ser egoísta, e chora chora por outras mil coisas que queria estar fazendo e não pode. O filme acaba, ela coloca o: “P.S Eu te amo”. Chora mais ainda, que nem uma condenada…pega o Sr Remi no armário e começa a beber…afinal, tá cedo e pra dormir só chapada mesmo.

A cara já tá inchada, e a garrafa já passou uns 2 dedos. Ele chega, nem olha na cara dela e ela finge que não tem ninguém ali. Ele vai na cozinha, volta e avisa:

– Sai do meu lugar
– Não
– Este lugar é meu
– Cheguei primeiro
– Sai logo Vanessa, você não queria a parede?! Vai pra lá…
– Puta merda, você só sabe tirar minha felicidade, não posso fazer nada sem você atrapalhar…
– Vai, vai, vai, vai…ele retruca!

Desligo o DVD, tiro o filme, vou pro outro quarto e fecho a porta. Com o Sr Remi é claro! Ele fecha a porta do nosso quarto e tranca. Ela escuta, chora mais e acha que é o fim do casamento…já pensa com quem vai deixar o Blog e qual vai ser seu último post…chora chora e tenta dormir.

Ele abre a porta, abraça a esposa e diz:

– Amor, eu te amo. Vamos pro outro quarto tá frio aqui!
– Não
– Vamos vai….
– Não Alex. Vc não tem jeito, não vai mudar nunca. Só pensa em você e no seu umbigo….
– Você não vai?
– Não! (diz mesmo querendo ir)

Ele vai embora, ela chora de novo e depois dorme de tanto chorar. Acorda no final da tarde, com ele na cozinha fazendo barulho….Ela vai, bebe água e vê ele sentado na cama do quarto.

Vai até lá, o abraça, ele retribui. Os dois dizem o quanto se amam e ficam de bem…Ela quer esclarecer, ele conta a versão dele, ela a dela….os dois se entendem e comentam que poderiam ter sido mais levianos, um com o outro. O trato é feito e a paz volta a reinar, com muito amor, beijinho e felicidade =)

AEEEEE

Casamento é assim, nem sempre seu “companheiro” vai estar em um bom dia. E às vezes você têm que relevar, tentar entender, conversar, ter paciência!…O Alex não tenta conversar na hora, pq ele me conhece e sabe que a briga só aumenta, rs.

Lendo este post eu admito que estava “o cão”, mas na hora, imaginava que estaria certíssima!  Depois quando ficamos de bem, o marido disse que se eu tivesse falado que ele estava atrasado, que nós tínhamos combinado, ele teria me explicado o que tinha acontecido para ele ter atrasado…mas na hora, minha vontade era esganá-lo, hihihi. Desculpa amor, eu te amo!! (mas sei que ele não lê o blog, rs)

Vai achando que virar marido é “mamão”, vai….hehehe!!

Este vídeo mostra bem como é o romance:

Essas e outras matérias, pelo Twitter e Facebook

Altos e baixos

25 jul

É galera, já avisei que na vida de casado, nem sempre tudo são flores!

Lá em casa a briga rola de vez enquanto, mas quando rola…é feia! O tempo fecha e a casa Caí. Os dois são cabeças-duras, e nenhum dá o braço a torcer admitindo estar errado.

Meus pais quando brigam quebram o pau, mas depois de meia hora é como se nada tivesse acontecido…Bom, cresci vendo essa cena, e agora que estou casada, advinha quem vai atrás da reconciliação?? Pra mim quando rola a discussão e todo mundo fala, é porque os dois já ouviram o que o outro têm a dizer…então teoricamente é pra estar resolvido, não é?. Mas maridinho não pensa assim, e mesmo ele estando errado achando estar certo, não vem atrás de mim, é sangue ruim “o cabra”…Em 6 anos juntos, isso só aconteceu uma vez que eu me lembre…e eu, como sou fraca (rsrs), não consigo ficar muito tempo de mal dele, e acabo cedendo e puxando um assunto só pra ficar de bem.

Dias desses o tempo fechou lá em casa, e logo após a treta cheguei perto do marido e dei um beijinho no seu braço (ele estava de costas pra mim na cama). Sabe o que ele me disse?

– Sai fora, estou de mal de você!

Rasguei!  Tenho meu orgulho pô…quebrei o pau e a “treta”piorou…Ela durou até o dia seguinte. Depois de um tempo (curto) me segurando, dei o dedinho pra ele, para ficarmos de bem. (literalmente, rs)

Ele, que fingia ler uma revista, fechou a cara e disse que estava ocupado.

TUDO BEM! Pensei…E falei  apenas isso:

– É a segunda vez que tento ficar de boa com você. Não vou tentar de novo!

Fechei a cara e depois de 2 segundos ele me agarrou dizendo que estava brincado…..rsrs…na hora não achei graça, puta brincadeira sem graça, mas logo ficou tudo bem.

Voltando ao motivo deste post….

Como leram a introdução acima, perceberam que quando estamos casados, é um saco estar brigado, vou explicar os porquês:

– Você têm que dormir na mesma cama (caso não seja uma treta mto forte né? Pq se for, vai ter que dormir no outro quarto, no sofá, onde quiser…e meu amigo(a), deve ser bemmm pior, pq já estamos acostumados a dormir com nossos amores, rs.)

– Quando está brigado, agente não quer nem ver a cara do bofe, e acredito que eles tbm não querem ver a nossa, então ao deitar na cama a esposa fica na pontinha do lado dela, e ele a mesma coisa…no meio caberia um gordinho de 320 kilos, mesmo a cama sendo 1,38, entenderam? Rsrs. Isso acontece lá em casa, mas deve acontecer em todas…. né não?

– Você vai fazer um rango, por educação e pra não piorar a situação, você precisa perguntar se o companheiro quer, mesmo sabendo que ele vai responder “não“, mesmo querendo….eu faço isso também, rsrs…e acabo dormindo com fome.

– Vocês estão vendo alguma coisa na tela, e tê dá aquela vontade de comentar,  perguntar e tal….mas não tem ninguém para fazer isso, mesmo tendo ao lado. =/

– Vai tomar banho e na hora de se trocar, tenta se esconder ou vai se trocar no outro quarto…é tenso. A primeira vez que o marido fez isso, logo puxei uma DR, pra entender o pq, ele não soube explicar e ficou por isso mesmo…mas admito que hoje quando brigamos, também acabo fazendo isso…é entranho, mas você fica meio assim de ficar se exibindo.

Bom esses ae são os porquês que lembrei, mas agora vou contar a parte boa de estar brigado…Sim, têm parte boa!! Estão preparados? Então vai:

A HORA DE FAZER AS PAZES!!!

…As juras voltam, o amor eterno tbm e todo aquele carinho de casal tbm, é tudo de bom!!

Acompanhe as matérias do Blog, também no Twitter:

LangDetectpt>pt YahooC
Blog

A 1 Briga!

8 jul

Não queria citar brigas neste blog, mas a pedido de muita gente, vou ser obrigada, kk!! Por incrível que pareça, depois que casamos as brigas diminuiram drasticamente, as nossas implicações e discussões nem entram neste quesito, porque já é normal pra gente…hehe…nem consideramos como briga, mas quando brigamos…nós brigamos meu bem! O tempo fecha e a casa cai…

Ótima dica essa acima! Avalie todos os pontos antes do SIM

Todo mundo sabe que casar não é um mar de rosas, têm que ter a tal PACIÊNCIA (muito recomendada no dia do casamento, né Padrinhos, rs), afinal agente fica sobre o mesmo teto! Não é mais como na época de namoro, que no final cada um vai pra sua casa e depois resolve por tel, msn ou no dia seguinte. O buraco é mais embaixo “neguinho”…você têm que dormir na mesma cama, com a mesma coberta, e com aquela vontadezinha de esganar o companheiro!

Antes de começar vou revelar porque moramos em um AP de 2 quartos: o Alex exigiu! Pois caso brigássemos ele teria a opção de dormir no outro quarto, à base de chaves é claro…Ele tem medo que eu mate ele, ou faça algum mal enquanto ele dorme, hohoho.
Juro que jamais pensei isso! (só às vezes vai =])

Vou contar essa história pra vocês…

Estávamos indo levar a Nicole pra casa, e eu estava no piloto (piloto muito bem por sinal), quando notei que meu recém esposo olhava descaradamente uma menina, com uma criança, e uma amiga com outra criança, elas estavam do lado direito do carro (o lado dele). Tudo bem, eu não ligo que ele olhe (juro) desde me respeite! Olhando discretamente, do mesmo modo que faço! kkk

Mas não sejamos ingênuos, e que a verdade seja dita neste blog! Todo mundo olha, homem e mulher, o problema é que homem é tapado e olha com a cabeça (virando pro trás ou pro lado) e a mulher olha com os olhos! Na maioria das vezes o homem nem percebe que ela estava olhando ou que olhou. Isso não é lindo? =)

Paramos no sinal, e o morfético continuou olhando a menina pelo retrovisor. Ela saiu de foco e ele ficou olhando pra trás, pra ver onde ela foi parar…. Quando achou, continuou olhando pelo retrovisor.

Ele nunca fez isso em 6 anos de relacionamento (se fez nem percebi) e minha vontade era dar um “pedala” nele, mas minha filha postiça estava no banco de trás e eu respeito isso…hehe

Com toda calma do mundo e no intuito de não assustar a criança, soltei:

– Cuidado Alex, vai dar torci-colo.
O “féla” responde
– Deixa dar! Depois volta ao normal….

MEUUUUUUU, vocês não tem noção como fiquei. Vermelha, roxa, tremendo…minha vontade era de bater a cabeça dele no painel do carro. MAS, a Nicole estava atrás…e ele foi salvo!

(que fique claro! Nunca nos pegamos na porrada, é tudo maneira de falar hein.)

Mudei é claro da água pro vinho. Não falei nada, não respondi…deixei rolar, vingança é um prato que se come frio, e eu estava dirigindo….hohoho

Deixamos ela em casa, e eu sai igual ao Felipe Massa, rasgando, acelerando, tirando fininha….como disse, sou piloto!

Ele é claro, ficou com medo, porque afinal ele não confia nos meus dotes automobilísticos! E logo reclamou:

– Vai devagar, tá com pressa?!
(ela nem responde, e continua enlouquecidamente no piloto)
– Você vai entrar ali (era um rua que eu tinha que contornar pra entrar do lado esquerdo da pista…)
– Quem tá dirigindo?? Quem?! (viro pro lado esquerdo, sem fazer o balão! Qdo não tem ninguém não precisa, sou atenta e responsável! Sabia o que tava fazendo…e era de noite)

Ele fica mais puto e nem fala nada! Chegando em casa, ela continua com raiva, porém mais calma. Ele pergunta:

– Quer pão?
– Não!

Troco de roupa, deito na beiradinha da cama e NÃO durmo! É eu sou sensível, fiquei magoada e nem dormi aquela noite! Se tivesse na casa dos meus pais, é claro que eu dormia. Isso só acontece quando agente casa, ok? Ele puxa minha coberta, e dorme profundamente, além de facilmente.

A noite termina assim e no outro dia começa assim também, com meias palavras, sem contatos físicos, sem nada! Ele não vai se redimir, pedir desculpa, pq acha que tá certo, que eu sou neurótica e “causo” por tudo! Ela não vai atrás pq está certíssima como sempre

O dia acaba e chega a noite. Ele puxa um papo e ela quer DR (e não é deitar e rolar) é DISCUTIR A RELAÇÃO. Ele nem cogita a hipótese, diz que não tem nada pra falar, isso é mal de homem…fazem as merdas e acham que o mundo é azul, e que tudo se resolverá sozinho!

Ela fica puta e diz que ele é quem não quer resolver! E que também não vai mais atrás, liga o fo$%-se e como uma boa taurina, possessiva e ciumenta, chora! (de raiva é claro)

Ele é escorpiano, nem se abala! É como se nada tivesse acontecido e nós “estamos”na santa paz de Deus.

Ela não aguenta e começa a falar, falar, falar….diz que ele olhou na cara de pau, que nem respeita ela, que ele é isso e aquilo e porcaria nenhuma!

Ele grosseiramente responde:

– Você sabe o que eu tava olhando?
Ela retruca
– A bunda daquela magricela (eu sou magra, mas ela era a Olivía Palito!)
– Eu tava olhando a calça dela…a calça! Louca, causa por tudo…
Ela retruca outra vez
– Nossa você precisa de óculos, olhou tanto…não tava vendo direito? Se quiser eu marco uma consulta com meu oftalmo (sou mto sarcástica! Faço piadinhas e no final ele ri e agente fica de boa, rs)
– Eu queria comprar aquela calça pra você, tava vendo se ficaria boa, onde será que vendia aquela calça e bla bla…é isso que eu tava vendo!

Ele finge que convence e ela finge que acredita! O climão permanece mais um tempo e depois tudo volta as boas!

AJA PACIÊNCIA….

A calça é essa aí, mas a da bisc&$%% era de oncinha (odeio oncinha), pra acabar de ferrar, rs.

%d blogueiros gostam disto: