Tag Archives: dinheiro

Fazendo Compras…

28 jul

Quando namorávamos, o Alex morava sozinho ou com mais um amigo em um apê, e sempre que ele ia fazer as compras pra lá eu ia junto…Nós viajavamos, rs…brincando que um dia seria os dois fazendo compras pra nossa casa…pode ser idiota, mas tenho certeza que se um dia você foi junto com seu namorado, comprar um chocolate ou uma ceva, ele ou você, pensaram isso…Era massa, agente jurava que só ia comprar besteira, um monte de doce, cerveja e etc…Mas na verdade não é bem assim! Tá pensando que vida de casado é fácil?? Nananinanão!!

Em casa, meu pai era e ainda é o cara das compras, ele sabe o preço de tudo, tipo o Julius de Todo mundo odeia o Chris. Sempre que dava eu ia com ele, e por isso tinha uma boa noção de como é fazer compras (sem listinha, ele detesta), arrumar o carrinho (pra não estragar as coisas), o que têm que comprar, as melhores marcas, o que pode ser comprado mais barato e etc…mas não sabia que tomaria um choque em nossa primeira compra juntos.

Após o casório, fomos no Walmart do Shopping Dom Pedro aqui em Campinas comprar algumas coisinhas…Mêu, não compramos nada superfúlo (tirando refri e poucas bolachas), o resto foi tudo coisa que precisávamos comprar, como papel higiênico, detergente, esponja e etc…Adivinham quanto deu tudo? +- 130,00!!!! (não lembro ao certo).
Não sei se estávamos no dia errado, mas ficou caro pra ca#@$%@.

Houve uma pausa dramática após sairmos de lá, não imaginávamos que daria tão caro, sendo que não compramos quase nada…e olha que a notinha com os preços dos produtos estava certa, eu conferi! Sou do tipo controladora, reviso tudo e fico vendo a nega passar no caixa…Já parei fila imensa, só pra mulher ir conferir o preço que estava sendo cobrado na prateleira….tinha certeza que estava mais barato e estava mesmo quando eles foram conferir. Tô nem aí se vão me xingar pela demora, o que é certo, é certo!! Mala né, rs

Bom, como pagamos a compra mensal à vista, comecei a recolher os jornaizinhos dos supermercados, e falei pro marido que a próxima compra seria em outro lugar. Fiz um benchmark (pesquisa de mercado) nos supermercados e de agora em diante, só compramos no Tenda Atacado. Só é preciso ficar esperto com o preço de atacado e varejo, pois na primeira vez paguei caro no arroz, hehe. Fica a dica!!

Nos últimos meses compramos coisas pra caramba, além de muita besteirinha pra nós e uma lista de coisas que levamos pra Nicole…e acreditam qual é a média que pagamos no total?? 130,00!! E ainda ajudamos o meio ambiente, já que lá não tem sacola plástica…

* Lá só aceita dinheiro ou débito!! E é bemm mais barato que todos os supermercados de Campinas =)

É moçada, quem pesquisa paga mais barato!! E lá têm dias próprios de sacolão, sempre vamos nesses dias, pois todas as frutas e verduras estão fresquinhas.

Ahhh, fomos no Paulistão esses dias e quase morremos!! Pedidos meio kilo de contra-filé e deu quase 10,00, vai roubar a mãe…hehe, agora tbm pesquiso as carnes e o leite, que normalmente é muito caro e varia muito de um supermercado para o outro. Mais uma dica!!

Bom meus leitores é isso, a principal dica é: Antes de casar, coloque no orçamento mensal a compra do mês. Normalmente é uma média de 100,00 (para recém casados sem animais), porém é preciso saber comprar, pois caso contrário vão pagar bemmm mais caro e sem comprar nada. (Até saiu uma matéria falando que recém casados não sabem fazem compras, só se alimentam mal e compras besteiras ao invés da real necessidade. Eles generalizaram, mas bele…)

Anúncios

Vida Financeira. Como evitar brigas?

14 jul

Galera este post foi criado com o intuito de ajudar ou orientar, pois é um assunto muito comentado e às vezes até, muito discutido entre os casais.

Antes de começar ressalto que cada casal deve encontrar a melhor maneira de lidar com o dinheiro de ambas as partes, para que todos fiquem satisfeitos. Pois o “Dinheiro” é o motivo que mais causa o fim de relacionamentos, é sério, já foi comprovado! Vou contar o meu caso, que até hoje está dando certo…

Desde à época de namoro, aliás praticamente desde o começo dele, eu e o Alex juntamos os pagamentos e pagamos as contas juntos. Eu que sou mais organizadinha, fiquei como responsável e listo em uma folha (é antigo, mas prefiro, rs) tudo o que agente deve, é importante centralizar td em uma pessoa, mas a outra deve participar.

Esta folha fica em uma pastinha junto com todas as cartinhas de boletos, carnês, etc e tal que recebemos. Eu coloco as contas fixas, as parceladas e tudo o que está pendente, até aquela “pindura” emprestada do amigo. Fica mais ou menos como o exemplo abaixo, é claro que os valores são fictícios, rs:

Agosto! (sempre o próximo mês)

Carro – 500,00
Cartão de Crédito:

  • Sapato – 130,00 (x3)
  • Presente – 50,00 (x2)
  • Roupas – 100,00 (x3)

Aluguel – 200,00
Condomínio – 100,00
Fulado – 10,00
Ciclano – 30,00

E assim vai, todo mês jogo fora a folha do mês passado e faço uma nova, diminuindo as parcelas, incluindo mais coisa, e retirando algumas =). Eu sei que é óbvio, e que tudo isso têm nas faturas que as lojas mandam, mas foi um jeito que encontramos de nos organizar e manter tudo em dia.

Com essa “listagem” das dívidas, sabemos exatamente o quanto virá no cartão, ou pior, se mês que vem, vamos conseguir pagar todas as contas, ou não. É um modo de gastarmos menos, pois sabemos que se gastarmos hoje, não teremos amanhã. É triste, mas é verdadeiro! rs.

JUNTOS, listamos tudo o que vamos pagar primeiro e vamos ao banco. Ou então, ele leva algumas contas pra um banco e eu pra outro, e no final a gente se encontra e arruma os papéis para deixar tudo organizado.

A folha do mês passado eu vou colocando OK, (isso no dia 5), por que às vezes não dá para pagar tudo no mesmo dia ou até no mês, então lá pro dia 10 eu jogo essa dívida pro mês que vem, no papel novo, rs.

As contas pagas eu guardo em uma caixa, sempre em ordem decrescente e separadas por empresa, por exemplo: Todas de Cartão de Crédito, Todas da Facul e assim vai…fica mais organizado, caso dê algum problema e eu precisar de um papel antigo, desta forma vou achar facinho, facinho =P.

O dim dim que sobra vamos gastando juntos, tudo o que cada um gasta (até os detalhes) o outro fica sabendo, é um modo de deixar tudo “as claras” e não gerar desconfiança.

Nós não ligamos muito pra grana, no sentido de quebrar o pau com o outro porque um pagou aquele bar e o outro não pagou nada…Acho que isso não acontece pq a verba é dos dois, e os dois sabem o quanto têm em caixa.

Mesmo antes de juntarmos as verbas, quando saíamos era tudo rachado. Nunca gostei que me bancassem, nem ele, então era tudo divididinho. Quando um não tinha, o outro pagava, e na próxima invertia a história, sem choro nem vela!

Vocês devem estar se perguntando, mas quando começa essa vida financeira à dois? No nosso caso foi no buraco! É, rs, estávamos ferrados com milhões de cartões e sem um puto pra pagar…começamos a juntar as verbas e ir eliminando as contas prioritárias de ambos, as que têm mais juros e etc. Hoje conseguimos quebrar 5 de 6 cartões que tínhamos e este que sobrou é conjunto, ou seja, acabou, acabou!…Fora as outras coisas que conseguimos colocar nos eixos.

Tem gente que marca por dia o que gasta, pra medir o quanto gasta com besteira e o quanto gasta por necessidade. Já tentei fazer, mas não deu certo…hahaha…se der certo com vocês me contam como é, porque essa, também é outra opção. Ficará bem mais organizado do que eu faço.

Bom é isso, só quis dividir com vocês a nossa maneira, para que fique como opção até vocês acharem a de vocês, sendo essa, ou não. Conosco sempre deu certo, nunca brigamos por dinheiro ou contas, e espero nunca brigar, rs.

Seguimos o ditado “Devagar e Sempre”, têm dia que dá e dia que não dá, fazer o quê?! rs

Meus pais já fizeram como eu e o Alex, mas minha mãe controlava os cheques e meu pai soltava eles, então, sempre acabava na briga. Hoje não tem mais cheques e depois da separação da conta conjunta, também não tem mais briga =)

Eles como também outras pessoas que conheço fazem diferente, cada um paga determinadas contas e o que sobrar é dos dois, mas cada um vai comprando e gastando a sua parte no que quiser. Se faltar no meu, o marido ajuda e vice versa. Mais uma opção…

Existem vários sites que dão dicas de como sair do buraco, o Dinheirama é um bem bacana, que traz textos fáceis de entender e não aquela coisa chata e cansativa sobre finanças!

Separei algumas matérias de lá, se puderem deem uma olhada é bem bacana.

Finanças para casais – O começo
Casamento: como manter a unidade financeira do casal?
Conta conjunta?
Livro: Casais Inteligentes Enriquecem Juntos

No caso de vocês é como? Melhor ou pior?

Beijos e até mais.

%d blogueiros gostam disto: